Atualmente, ao verem a influência das redes sociais sobre a população mundial, as empresas começaram a utilizar essas ferramentas como parte de sua comunicação e, com isso, elas têm atraído mais clientes.

Com as redes sociais corporativas, é possível divulgar os produtos e serviços que a organização oferece e mostrar que, mesmo com muitos anos de presença no mercado, ela continua atualizada e atenta às tendências modernas.

Para que esse artifício seja vantajoso para a empresa, no entanto, é preciso elaborar estratégias de gestão. O ideal é contratar um especialista em administração de redes sociais, e atualizá-las periodicamente (três vezes por semana, por exemplo).

Todas elas possuem características inovadoras que podem ajudar a alavancar os negócios e promover maior interatividade com os colaboradores.

O que é uma rede social corporativa?

Também conhecida como RSC ou rede social interna, a rede social corporativa atua exatamente como uma rede social pessoal: é só escolher a plataforma que deseja que a sua empresa esteja e se cadastrar. Feito isso, basta divulgar entre os colaboradores e os clientes, e começar a fazer posts frequentes para alimentar seu novo canal de comunicação.

Versátil, a rede social corporativa visa atender os objetivos estratégicos de uma empresa. Mas, para isso, é importante que esta esteja sempre atualizada. Caso contrário, cairá no esquecimento.

Ela também deve conter informações verídicas e interessantes para proporcionar o engajamento do público-alvo e fazê-lo compartilhar o conteúdo disponibilizado. Assim, mais pessoas irão visualizar o post, se interessar pelos serviços e temas, e começar a seguir a empresa.

Outra estratégia que a rede social corporativa apresenta para conquistar o público-alvo da organização é o post patrocinado. Este funciona da seguinte maneira: a empresa paga um valor para a rede em que está cadastrada e esta emite anúncios aos seus usuários sobre a companhia, de acordo com os dados que o comprador determinou – cidade, idade, profissão, preferências, etc.

O ideal é fazer um estudo das pessoas que se deseja atingir antes da criação da página para saber qual é a rede em que seu público está inserido e qual é o dia e horário que ele mais acessa, por exemplo. Assim é possível saber quando e onde publicar para chamar a atenção das pessoas certas.

No entanto, mesmo que este estudo tenha sido feito, é importante fazer frequentemente uma análise apurada das métricas da sua rede social corporativa. Isso porque são esses números que mostrarão se a companhia está no caminho certo. São eles que mostram as estatísticas quantitativas do desempenho da página, bem como o diagnóstico que acena para as melhorias que precisam ser feitas.

Além disso, as redes fazem com que os funcionários se sintam mais engajados com a empresa, uma vez que lá eles têm espaço para dar sua opinião, o que ajuda a aumentar a produtividade e o espírito de equipe. Essas ferramentas também proporcionam um ambiente virtual instigante e interativo alinhado às metas da organização.

Hoje, as redes sociais compõem o método mais eficaz de desenvolvimento de ideias inovadoras. Por esse motivo, a rede social corporativa é indicada para todo empreendimento que deseja se aprimorar.

Com ela, é possível aumentar o alcance das informações ao mesmo tempo em que há a troca de conhecimento. Por isso, o uso da rede social corporativa é uma excelente vantagem para quem quer promover ações relacionadas à cultura da empresa e ao clima organizacional.

9 benefícios de se ter uma rede social corporativa

1. Intensificação do trabalho em equipe

Uma empresa funciona como uma máquina. Para funcionar, precisa que as suas engrenagens trabalhem juntas. Nessa metáfora, as engrenagens representam os colaboradores da instituição. Quando eles trabalham em sintonia, e alinhados, a produtividade aumenta e a organização fica mais competitiva no mercado.

Mas, como as redes sociais corporativas influenciam nisso? Elas conectam os funcionários para que eles troquem informações, o que torna mais fácil e rápido o caminho para um acordo sobre o que é melhor para a empresa, por exemplo.

Com as redes sociais, os funcionários podem trocar informações e chegarem até a um acordo sobre o que é melhor para a empresa. Fonte: https://br.freepik.com

2. Conquista de novos clientes

Uma das principais funções das redes sociais corporativas é conquistar novos clientes. Nelas, divulgam-se os produtos e serviços da empresa para atrair pessoas interessadas em investir neles.

Para que os potenciais clientes vejam a publicação, geralmente são utilizadas as hashtags curtas, que se relacionem ao assunto do post, e os patrocínios.

Nessa segunda opção, o detentor da página investe uma quantia monetária para que o post apareça na linha do tempo de pessoas que ainda não seguem a página. Na hora de patrocinar esse post, escolhe-se o valor que deseja investir, o período em que o post patrocinado ficará em vigor e o público que se deseja atingir.

Para que os potenciais clientes vejam a publicação, é comum a utilização de hashtags curtas, que se relacionem ao assunto do post, e o patrocínio. Fonte: https://br.freepik.com

3. Engajamento e colaborativismo dos funcionários

Nas redes sociais corporativas, os colaboradores podem interagir com a empresa e dar suas opiniões sobre os assuntos em destaque. Assim, todos se sentem parte da organização e se mantêm engajados.

Como eles podem expor o que pensam neste espaço, a companhia também ganha com o colaborativismo que nas redes se desenvolve – de um com outro e de todos com a empresa.

Dessa forma, a organização supera suas limitações, consegue criar inovações e aumenta a produtividade. Isso sem contar que ela ganha um espaço para discutir sobre seus produtos e serviços e receber um feedback sincero sobre eles.
Quando os funcionários percebem que suas vozes estão sendo ouvidas, sentem-se mais engajados e prontos para dar maior contribuição nos projetos futuros.

Nas redes sociais corporativas, os colaboradores têm espaço para a interação com a empresa e a manifestação da sua opinião. Fonte: https://br.freepik.com

4. Aumento da transparência

Ao ser alimentada com periodicidade e fatos verdadeiros, a rede social corporativa se transforma, aos poucos, em um canal de credibilidade.

É nela que os colaboradores irão entrar quando desejarem confirmar alguma informação que ouviram pelos corredores ou quiserem saber um pouco mais sobre os processos da organização.

Quando alimentada com periodicidade e com fatos verídicos, aos poucos, a rede social corporativa conquista credibilidade. Fonte: https://br.freepik.com

5. Disseminação de melhores práticas

Para estabelecer uma conduta em uma empresa, uma cultura, é preciso dar o exemplo. Para atingir o maior número de pessoas no menor tempo para esse ensinamento, nada melhor do que usar a rede social corporativa.

Nela, você pode colocar fotos, vídeos, infográficos, textos, etc. Isso vai ajudar a deixar o conteúdo mais atrativo e, assim, ficará mais fácil de engajar os colaboradores.

Além disso, essa ferramenta auxilia na detenção de conhecimento sobre a empresa. Lá, o conteúdo está disponível por tempo indeterminado. Quem quiser saber algo, basta entrar na página e pesquisar nos posts antigos.

A rede social corporativa ajuda na detenção de conhecimento sobre a empresa, pois lá o conteúdo está disponível por tempo indeterminado. Fonte: https://br.freepik.com

6. Aumento da produtividade dos colaboradores

A produtividade pode ser afetada por diversos fatores, como a necessidade de retrabalho, que é ocasionada por informações equivocadas. Para diminuir esse problema, que pode prejudicar a empresa e acarretar na perda de clientes importantes, a comunicação é imprescindível.

Com um canal versátil, disponível 24h por dia para consulta, esse tipo de transtorno é minimizado, e a produtividade aumenta, pois as informações chegam mais rápido e os obstáculos podem ser facilmente superados.

Com um canal versátil, disponível 24h por dia para consulta, a produtividade aumenta. Fonte: https://br.freepik.com

7. Mensuração dos resultados

As redes sociais existentes possuem uma ferramenta que permite mensurar os resultados alcançados com um perfil ou uma página. Com isso, é possível visualizar quantos acessos um post teve, qual foi a interação com ele, se a empresa ganhou ou perdeu seguidores, qual é o perfil de quem se interessa pelo seu conteúdo e dá até para fazer comparação com os concorrentes.

Esses dados dão uma perspectiva do que está bom e do que dá para ser melhorado para obtenção de resultados mais favoráveis. Assim, a empresa fica mais apta a tomar decisões cada vez mais assertivas.

Cada uma das redes sociais hoje existentes possui uma ferramenta que permite mensurar os resultados alcançados com um perfil ou uma página. Fonte: https://br.freepik.com

8. Diminuição dos conflitos

Uma rede social corporativa cria um ambiente agradável, integrado e interativo. Essa é uma característica importantíssima dessa ferramenta, pois pode ser trazida para o espaço físico.

Isso porque, nessa atmosfera harmônica, todos podem compartilhar conhecimento e desenvolver projetos, o que acarretará em menos conflitos internos. Quando se encontram pessoalmente, conversam sobre o assunto e tomar decisões mais acertadas, que serão benéficas para a empresa.

Assim sendo, o mundo virtual funciona como uma ponte, um caminho para a obtenção de resultados mais rápidos e precisos.

Além disso, em um ambiente coeso, os funcionários tendem a aumentar o rendimento.

Nessa atmosfera harmônica, todos podem compartilhar conhecimento e desenvolver projetos. Fonte: https://br.freepik.com

9. Fortalecimento da cultura organizacional

A cultura organizacional é a principal regente de uma empresa. Com ela, define-se a missão, visão e valores da organização, bem como seu código de conduta.

Com esses pontos estabelecidos, é preciso alinhar as ações dos colaboradores e seus discursos perante os clientes. Mas, como transmitir essas informações para o maior número de colaboradores em um curto espaço de tempo? Com as redes sociais corporativas!

Essas ferramentas são ideais para fortalecer esses pontos e obter uma cultura na organização. Para isso, basta fazer ações que transmitam os principais motes da empresa.

As redes sociais corporativas são ideais para o fortalecimento da cultura organizacional.

Quais são as 4 principais redes sociais para empresas?

Hoje em dia, uma empresa que não está nas redes sociais é uma empresa desatualizada, que parou no tempo. No entanto, ter uma rede social corporativa também requer certos cuidados. Cada uma tem sua particularidade. Veja a seguir como e quando postar em cada uma delas:

Facebook

O Facebook é uma das redes sociais mais acessadas atualmente, por isso também é uma das mais cogitadas pelas empresas na hora de criar um perfil. Com ela, é possível divulgar vídeos, fotos, textos e disponibilizar links.

Por possuir um grande alcance, é a rede mais escolhida por quem quer dar destaque para uma publicação. Há a possibilidade de se pagar uma quantia para que seu post apareça na linha do tempo até mesmo de pessoas que ainda não seguem sua página.

Com diversas ferramentas, o Facebook permite que as publicações possam ser compartilhadas, comentadas ou curtidas. Sua linguagem varia de acordo com o público que se deseja atingir, visto que ela engloba todas as faixas etárias.

A rede também permite que seus usuários organizem eventos, iniciem discussões, avaliem empresas de acordo com experiências que tiveram, conversem em tempo real com seus contatos e mensurem os resultados alcançados com sua página.

É a rede mais escolhida por quem quer dar um destaque para uma publicação. Fonte: https://br.freepik.com

LinkedIn

Assim como o Facebook, o LinkedIn permite que seus usuários compartilhem conteúdo em formato de texto, imagem ou vídeo, mas essa rede tem um foco estritamente profissional.

Por esse motivo, nela é possível construir o currículo e se candidatar ou oferecer vagas de emprego. A rede também é uma boa opção para a divulgação do nome da empresa e estreitamento das relações com pessoas ou empresas.

Uma página no LinkedIn permite que a corporação mostre o seu lado institucional, profissional e comercial, faça networking, analise seus concorrentes e realize prospecção de clientes.

Como essa rede é voltada para o profissional, o conteúdo nela publicado deve ser mais institucional, pois isso que irá gerar engajamento dos contatos que buscam melhorar suas qualificações.

Essa rede tem um foco estritamente profissional.

Instagram

Diferentemente do LinkedIn e do Facebook, o Instagram é uma rede visual, ou seja, preza por imagens. Nela, links não são clicáveis e vídeos têm um tempo limitado. No entanto, tem um grande número de usuários, e deve ser uma aposta de empresas que queiram se inteirar sobre as novidades do mercado.

A hashtag é muito utilizada nessa rede, portanto, ao criar um post no Instagram, opte por imagens que falem por si só e utilize hashtags relacionadas ao tema da foto como legenda.

Lembre-se que esta é uma rede destinada a aparelhos móveis, então seus posts só podem ser feitos pelo celular.
A rede tem chamado atenção de quem deseja divulgar produtos, serviços e até mesmo da marca da empresa. Profissionais independentes, como fotógrafos e estilistas, utilizam o Instagram como portfólio digital.

O Instagram é uma rede visual, ou seja, preza por imagens.

Twitter

Para finalizar, o Twitter não pode faltar na lista de redes sociais corporativas. Isso porque essa ainda é tida como a rede das notícias em primeira mão.

O Twitter é regido por hashtags e informações sucintas, e tem uma linguagem informal. Por ter um número limitado de caracteres, a alternativa para quem usa essa rede é disponibilizar o site de onde pegou o conteúdo.

Mesmo com o pequeno espaço para texto, essa plataforma permite a inclusão de imagens e vídeos no post. Apesar de ser utilizada principalmente por jovens, essa é uma das redes mais utilizadas por empresas, porque torna a marca mais humanizada ao possibilitar que os usuários estabeleçam contato direto.

O Twitter é regido por hashtags e informações sucintas, com linguagem informal.

Por ser uma rede que trabalha com o imediatismo, deve ser atualizada frequentemente.

Esse artigo foi útil para você? Deixe sua opinião nos comentários e continue acompanhando nossas publicações, para estruturar ainda melhor sua rede corporativa e alavancar o seu negócio.

Até a próxima!

Compartilhar

Comments are closed.

Bitnami